Eu me sentia bem. Claro, depende o que é bem pra você. Aquela sensação, metade ansiedade, metade nervosismo, me levava ainda mais a pensar que dizer aquilo a ele não me traria nada do que eu esperava. Eu o amava. Disso eu tinha certeza. Mas e ele? O que ele pensava a meu respeito? Eu não passava de uma estudante comum, que servia para criação de piadas para os idiotas da minha turma, por ter um jeito diferente, aos olhos de quem está tão acustumado com o padrão de um adolescente que não consegue ver outras maneiras de viver.

Ele não estava tão longe de mim, calculei mentalmente uns quinze passos, não muito largos. Aquilo tudo rodava na minha mente, coisas que eu nao intendia, sentimentos que eu não sabia traduzir, parecia uma eternidade, mas não tinham se passado um minuto. Eu tinha tudo na minha mente. O que eu iria dizer, o que eu faria, como eu agiria. Só me faltava uma coisa: coragem. Coragem de chegar nele e dizer 'te amo', algo tão simples, mas que mudaria mina vida naquele instante, pra melhor, ou pra pior. Mais uma vez meu ponto fraco me colocava à prova. Como tantas vezes eu havia falhado por isso, por essa falta de auto-confiança, não deixaria isso acontecer novamente. Não agora. Não nesse momento.

Tentei não pensar em nada. Simplesmente ordenei ao meu corpo que caminhasse, e quase liberei os pensamentos da minha cabeça. Quase. Me passaram mil coisas, mas isso não significa que alguma delas eu prestei real atenção. A única imagem na terra, capaz de me fazer esquecer de tudo era ele.

-Posso me sentar? - Perguntei a ele.
Ele foi levantando a cabeça devagar, me olhando nos olhos, sem desviar nenhum segundo aqueles olhos azuis dos meus.
-Claro.
Não sei porquê, mas aquela palavra, o modo como ele disse ela, o tom de voz que ele usou, me encheram de esperanças. Tudo bem, posso ser tola de querer dizer a ele, na cara dura, que o amo, mas ainda assim é melhor do que por 'MSN', bilhete, ou por outra pessoa.
-Érrr... Sabe eu... - De repente tudo o que eu havia ensaiado, horas e horas, se perderam e eu não sabia o que dizer. Deixei meu coração falar, eu não tinha outra escolha. Talvez essa funcionasse melhor, sei lá. - Eu te amo. - Falei assim, de súbito. Senti meu rosto queimar, minhas pernas perderem o chão, meu coração bater sem parar. Quando me dei por conta, ele disse: -Desculpa, Emy. Não gosto de você desse jeito. Sabe disso. Seremos sempre amigos. E só. -Sorrio, levantou e foi embora, me deixando ali, parada, sozinha. Estática na verdade. A frustação tomou conta de mim sem dó. Eu merecia isso. Fui burra demais. Como ele gostaria de alguém como eu? Senti meus olhos cheios de lágrimas. De imediato esfreguei a manga do moletom. - Não. Não por ele.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Eaí? gostaram do meu texto? HSUOAHSOUAHUSUAHS psé, meu primeiro texto! Claro, ele não ficou tão bom, mas acho que consigui escrever bonito! HSOUAHSUAHUSHAUS Sério, muito louca essa sensação, porque enquando eu ia escrevendo, eu ia sensindo aquilo tudo, e foi demais. acho que essa ideia vai dar certo. se quiserem dar um dica pra texto, podem dar! beijos *-* (o texto é inventado, não é verídico)


Adriana Schönell

4 comments

Daniel Savio | 8 de setembro de 2010 13:43

Ficou bom sim, sendo que eu pensei que esta vendo a descrição de um momento teu...

Fique com Deus, menina Adriana S.
Um abraço.

A Menina que amava livros | 8 de setembro de 2010 14:00

Ficou muito bom!^^'
Voc faz bem o oficio - escrever - quem sabe tornar-se-a uma escritora, hein?

*Credo, quem éh qe usa "tornar-se-a hoje em dia??!
(D;')

Enfim, o texto ficou perfeito, comas emoções bem descritas n.n'
Parabéns!

adriana s . | 9 de setembro de 2010 08:37

HOUSHOAHSUAHSHAS psé Daniel! Mas não, é inventado, como já disse antes *-*/ óóraaa briigada *-*-* Bom saber que você gostou! (: aaaah sim "tornar-se-a hoje em dia"HOUSHAOUSHUAHSUAHUSHASA dá nada (:

Lauriele | 18 de setembro de 2010 12:36

Nossa tá de parabens
Muito bom o texto ,para o primeiro esta perfeito.
Como o Daniel disse da a empressao de ser um momentinho da tua vida. Quando fui lendo dizia pra mim mesma " que corajosa essa garota , eu nao faria isso por nada (eu acho kkkkkkk)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...